Bem vindos ao meu cantinho!

Oi pessoal! Este cantinho é para partilhar com vocês algumas ideias,
atividades, textos, etc; que possam de fato nos ajudar nesta caminhada na
educação, espero que vocês gostem e não esqueçam de deixar um comentário.




domingo, 21 de novembro de 2010

NÍVEIS DA ESCRITA


PRÉ- SILÁBICO HIPÓTESES

  • Escrever é a mesma coisa que desenhar;
  • A escrita é uma representação direta do objeto;
  • Para escrever é necessário duas letras;
  • Ao perceber que coisas disferentes têm nomes diferentes imprime diferenças na grafia das palavras;
  • Uma letra não pode ser repetida na mesma palavra;
  • Ao ler palavras e orações, não marca a pauta sonora;
  • Acredita que se escreve apenas nomes de coisas;
  • A letra inicial é suficiente para indicar o nome das coisas;

PRÉ- SILÁBICO PROCEDIMENTOS DIDÁTICOS:

  • Escrita espontânea;
  • Trabalhar o nome próprio e o nome dos colegas;
  • Jogos: confronto entre figuras/ letra inicial, letra inicial/palavra e figura/palavra;
  • Análise fonológica ( sons) e linguistica ( letra) das palavras;
  • Atividades que envolvam qualquer tipo de texto, palavras e letras, desde que sejam significativas;
  • Contato com farto e variado material escrito;
  • Situações reais de comunicação ( função social da escrita);
  • Trabalhar com textos conhecidos de memória, o professor deve sugerir que os alunos acompanhem a leitura com o dedo, tentando ajustá-la ao que está sendo falado, ou ainda pedir que localizem na escrita um refrão, um verso ou uma palavra;

PRÉ-SILÁBICO DESAFIOS:

  • A língua escrita é a representação da fala;
  • Escrever é diferente de desenhar;
  • A escrita não é uma representação direta do objeto;
  • Os textos se apresentam em diferentes suportes;
  • O texto é constituído de letras;
  • O texto possui uma distribuição especial e um sentido da esquerda para direita;
  • Há uma conservação gráfica na escrita das palavras;
  • Uma mesma letra pode ser usada duas vezes na mesma palavra;
  • Não esxiste limitação do número de letras para se constituir uma palavra;
  • Ao ler palavras e orações é preciso fazer a pauta sonora;
  • cada letra possui um aspecto gráfico, topológico, forma e posição;
  • Cada letra tem o seu valor sonoro;
  • Letra é diferente de número.

PRÉ SILÁBICO- INTERVENÇÕES PROBLEMATIZADORAS

  • Organizar agrupamentos heterôgeneos;
  • Esclarecer as diferentes funções do trabalho em dupla;
  • Propor que os alunos escrevam e interpretem seus escritos, utilizando o conhecimento que dispõe e quantas letras utilizaram;
  • Observar como os alunos estão realizando a atividade;
  • Remeter aos alunos a palavra cuja forma lhe é conhecida, como por exemplo a lista do nome dos colegas;
  • Fazer um registro do desenvolvimento de cada aluno para facilitar nas intervenções;
  • Evitar que os alunos da escrita pré silábica sejam agrupados entre eles;

SILÁBICO- HIPÓTESES:

  • A sílaba é a menor unidade da palavra;
  • Escreve uma letra para cada sílaba;
  • Para escrever é preciso muitas letras ( hipótese quantitativa)
  • Mantém o critério de variedade de letras, porém introduz a exigência qualitativa em relaão aos sons das palavras, passando a vive dois conflitos: registros iguais para palavras diferentes e registros apenas cm duas letras para palavras dissílabas/ uma letra para monossílabas;
  • Desvincula o objeto da palavra;

SILÁBICO PROCEDIMENTOS DIDÁTICOS:

  • Produção de texto coletivo- relação do que se fala com que se escreve;
  • Pseudo leitura de textos conhecidos de memória- contrução do sistema alfabético;
  • Situações reais de comunicação
  • Análise linguistica- principalmente com palaras conhecidas- nome do aluno;
  • Reconhecimento do som das letras isoladas, juntando-se para formar um todo- trabalho intenso com letras móveis;
  • Trabalhar com rimas;
  • Trabalhar rotineiramente com letras, palavras, frases e textos, tendo o maior referencial de trabalho;
  • Trabalhar o traçado das letras, seu contorno e valor sonoro;
  • Estimular a revisão das produções pelos próprios alunos a fim de que confrontem seus escritos com a forma convencional, identificando seus acertos e erros.

SILÁBICO - DEAFIOS;

  • Perceber que a letra é a menor unidade da palavra;
  • Estabilizar a vinculação sonora das palavras;
  • Ler seus próprios escritos;
  • Fazer a relação entre fonema e grafema;
  • Perceber a conservação da escrita da palavra;
  • Conceber que diferentes palavras se escreve diferente;

SILÁBICO- INTERVENÇÕES PROBLEMATIZADORAS

  • Investir em conversas e debates diários;
  • Considerar o "erro" do aluno como construtivo e parte do processo de aprendizagem;
  • Criar ambiente rico de materias e atos de leitura e escrita;
  • Trabalhar com modelos estáveis: listas de palavras, etc;
  • Propor situações de confronto de escritas dos alunos;
  • Ler textos , mesmo que o aluno não saiba ler convencionalmente;
  • Agrupar os alunos conforme objetivo das atividades, garantindo que alunos com níveis de escrita diferentes se agrupem;